Tiago Silva | Regulamentada lei que determina tempo máximo de espera na Celesc, Casan e telefonias da Capital
17039
post-template-default,single,single-post,postid-17039,single-format-standard,qode-listing-1.0.1,qode-social-login-1.0,qode-news-1.0.2,qode-quick-links-1.0,qode-restaurant-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,transparent_content,qode-theme-ver-13.0,qode-theme-bridge,bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.4,vc_responsive

Regulamentada lei que determina tempo máximo de espera na Celesc, Casan e telefonias da Capital

Para quem não tem muito tempo disponível a perder em filas de espera, a notícia cai bem.
O prefeito municipal de Florianópolis, Gean Loureiro, regulamentou a lei 10.359/18, de autoria do vereador Tiago Silva Mussi, que determina tempo máximo de espera nas concessionárias de água e luz e telefonia da Capital.
De acordo com o decreto, foi estipulado que estes estabelecimentos tenham funcionários suficientes para se fazer cumprir o tempo de espera de 15 minutos em dias normais e 30 minutos em véspera e após feriados prolongados.

O descumprimento a esta lei está sujeito a multa que varia de R$ 10mil a R$ 160mil e suspensão do alvará de funcionamento do local em caso de reincidência.
“Eu irei pedir que o Procon notifique esses estabelecimentos para que a lei seja cumprida em benefício do consumidor”, salientou Tiago Silva Mussi.

No Comments

Post A Comment